O anúncio da entrada da marca francesa em Portugal foi feito em setembro de 2013, durante a IFA e o posicionamento agressivo da marca, assim como a diversidade de equipamentos garantiu uma presença consistente nas prateleiras das principais lojas de consumo, e aparentemente também nos bolsos dos clientes.




Segundo os dados partilhados pela marca, de fevereiro a setembro deste anos a Wiko ocupou o segundo lugar da tabela de equipamentos livres mais vendidos em Portugal, com uma quota de mercado de 14,2%, um valor que se aproxima ao obtido no mercado francês, de onde a marca é originária.




A aposta em equipamentos de preço competitivo, suporte a dois SIM e combinando tecnologia e tecnologia e design, todos com sistema operativo Android, é uma das imagens de marca da Wiko.




Manuel Ferreira, country manager da Wiko Portugal, admite que a aceitação da marca em terras lusas “tem sido incrível e acima das nossas expectativas. O feedback que temos tido dos utilizadores tem sido fantástico, e tem dado o mote para trabalharmos cada vez mais arduamente para atingir a primeira posição desta
tabela. Temos reservadas grandes novidades para os últimos meses do ano e para 2015, que nos ajudarão a caminhar nesse sentido”.




O TeK já testou alguns dos equipamentos da marca e tem vindo a dar conta de alguns dos últimos lançamentos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.