A Apple removeu 25 mil  aplicações da sua App Store na China, informou a China Central Television (CCTV), a maior rede de televisão da República Popular da China. A Bloomberg avança que, pelo menos quatro mil se tratam de apps de jogos de azar e lotaria. As práticas promovidas por essas apps são consideradas ilegais naquele país e causaram "danos económicos aos utilizadores".

Em declarações ao The Wall Street Journal, a gigante de Cupertino confirmou que retirou aplicações da App Store na China, mas não referiu o número exato.

Apple obrigada a remover várias aplicações da App Store chinesa. O Skype é uma delas
Apple obrigada a remover várias aplicações da App Store chinesa. O Skype é uma delas
Ver artigo

"As aplicações de apostas são ilegais e não são permitidas na App Store na China. Já excluímos muitas apps e programadores por tentarem incluir conteúdos de jogos ilegais na nossa App Store e estamos atentos para encontrar outras situações e impedi-los de estarem na App Store”.

A Apple começou a retirar aplicações relacionadas com jogos de azar da sua loja online no início deste mês, explicando aos programadores afetados que essa ação serviria para reduzir as atividades fraudulentas na App Store, bem como para cumprir as solicitações do governo chinês para lidar com atividades ilegais de jogos de azar online.

“Não permitimos mais apps de jogos de azar desenvolvidas por programadores individuais e isso inclui tanto as aplicações de apostas com dinheiro real como aquelas que simulam uma experiência de jogo”, afirma a empresa.

Esta não é a primeira vez que a Apple atende às exigências do governo chinês. Em julho do ano passado, por exemplo, a empresa removeu aplicações de VPN da App Store na China .

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.