O Facebook alargou aos EUA a funcionalidade de realizar chamadas VoIP através da aplicação Messenger. A opção das chamadas gratuitas estava a ser testada no Canadá e caso tivesse sucesso seria alargada a outros países. Os resultados devem ter superado as expectativas já que no espaço de duas semanas chegou a um dos mercados mais importantes da rede social.

Caso a experiência também tenha resultados positivos nos EUA é de esperar que se alargue rapidamente noutras nações americanas e também na Europa. As chamadas VoIP podem ser feitas através de Wi-Fi e através de plano de dados, pelo que nem a recusa de algumas operadoras em permitirem chamadas VoIP através do plano de dados deve ser suficiente para esmorecer o alargamento da nova ferramenta do Facebook.

Os únicos requisitos para que a chamada possa ser realizada é selecionar um contacto que tenha a versão mais recente do Facebook Messenger e seja utilizador iOS - para já o único sistema operativo onde a funcionalidade está disponível. Não existem informações sobre quando é que a novidade pode também chegar ao Android.

A distinção entre os utilizadores que são elegíveis para as chamadas gratuitas vê-se através de um ícone no canto superior direito representado pela letra "i", e que se estiver em tons de cinzento significa que o contacto não reúne condições para que possa ser feita uma conversação por voz.

A notícia aparece poucas horas depois de a Microsoft ter revelado que o Skype tem um milhão de utilizadores únicos em Portugal e 254 milhões em todo o mundo. Atualmente com mais de mil milhões de utilizadores mensais ativos e metade deles em plataformas móveis, o Facebook tem uma base de utilizadores muito maior do que a "concorrência".

O próprio Facebook estabeleceu uma parceria com a Microsoft em 2011 para que fosse possível realizar vídeo-chamadas através da rede social recorrendo ao Skype.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.