A partir das 18 horas os utilizadores de dispositivos móveis da Apple vão poder descarregar o iOS 9, a mais recente versão do sistema operativo da Apple.

São várias as novidades que vão chegar aos smartphones e tablets.

O iOS 9 aparece como uma evolução face ao sistema operativo Android e não como uma revolução. A marca da maçã preferiu focar-se em novos serviços e na melhoria de algumas ferramentas - com destaque para a Siri -, em vez de apostar em grandes mudanças de interface.

Na próxima página fique a saber ainda se o seu iPhone ou iPad vai suportar a mais recente versão do iOS. E veja uma pequena ponderação sobre as vantagens e desvantagens de atualizar já hoje os equipamentos. A tradição diz que pode ser uma má decisão, mas será que vai mesmo querer perder tudo o que há de novo no iOS?

Mas primeiro, as novidades.

Aplicação dedicada para notícias
Quando instalar o iOS 9 devia ganhar automaticamente uma nova aplicação - devia pois é uma das novidades, mas não está listada na página do iOS 9 em português, pelo que pode não chegar já a Portugal.

A app chama-se Notícias. E tal como o nome indica, pretende ser o centro da atividade informativa do utilizador. No conceito funciona como o Flipboard, uma aplicação na qual os utilizadores reúnem os seus temas de interesse e recebem as mais recentes novidades de diferentes tópicos.

A Apple faz uma seleção de notícias de vários meios de comunicação e adapta os conteúdos ao perfil de “leitor” da pessoa.

[caption][/caption]

Há também uma opção que permite guardar conteúdos para ver mais tarde, quando já não estiver conectado à Internet.

Outro aspeto que estará em evidência é a experiência de utilização, visualmente rica e fluída - algo que acaba por ser um apanágio de tudo o que a Apple faz.

Reformulação da aplicação Notas
A aplicação de anotações do iOS também vai ser melhorada e vai ganhar mais capacidades. Será possível criar listas de tarefas ou de compras, será possível adicionar localizações de mapas, fotografias e links de Internet nos “memorandos”.

Para facilitar esta tarefa a Apple integrou a aplicação Notas com outras que vêm no sistema operativo. Se estiver na aplicação Apple Maps, por exemplo, pode adicionar rapidamente um local a uma anotação, bastando para isso ir às opções de partilha.

A Apple também criou um modo de anotação livre, isto é, em vez de escrever com o teclado virtual é possível fazer as anotações com o dedo.

[caption][/caption]

A sincronização com o iCloud está garantida, fazendo com que a alteração de uma nota no smartphone fique automaticamente disponível também no tablet ou computador Mac.

Mapas atualizados
Para os utilizadores portugueses a aplicação Mapas vai trazer novidades Q.B., isto é, vão ficar disponíveis algumas, mas não todas.

A única que fica de fora é a integração de informação em tempo real relativamente ao tráfego automóvel que existe. A Apple diz que apenas terá este serviço num conjunto limitado de localizações, mas fica na mesma o registo para o caso de vir a ser disponibilizada mais tarde também em Portugal.

O portugueses vão no entanto ter acesso à integração de informação sobre transportes públicos, o que permitirá usar a aplicação Mapas para o planeamento de viagens, seja de lazer ou no trajeto casa-trabalho.

[caption][/caption]

A funcionalidade de pesquisa por proximidade também pode ser útil, já que diz ao utilizador quais as principais atrações ou serviços que estão disponíveis por perto.

iCloud Drive sempre disponível
A nova aplicação iCloud Drive faz com que o utilizador tenha sempre disponível não só os ficheiros armazenados no serviço, como também uma ferramenta de pesquisa que rapidamente encontra os ficheiros mais importantes.

Multitasking para o iPad
É uma das maiores novidades do iOS 9. Juntamente com os iPad será possível ter duas aplicações abertas no mesmo ecrã, mas com formatos diferentes disponíveis.

A opção Slide Over permite que o utilizador deslize uma segunda aplicação sobre a app que já está a executar. Pode ser o Twitter e a sua timeline, como pode ser o seu email. Desta forma nunca perde “o fio à meada” e pode deitar o olho a mais informações sempre precisar de mexer muito no que estava a fazer.

Já o modo “ecrã dividido” permite ter duas aplicações abertas em simultâneo. Uma página de Internet e o email por exemplo. Ou pode reservar um voo ao mesmo tempo que está a ver onde fica o local de destino. As possibilidades são muitas, basta descobri-las, mas vai precisar de um iPad Air 2 para este modo específico.

Há ainda o sistema Picture in Picture, que permite ao utilizador ter uma pequena janela com uma conversação FaceTime ou com a reprodução de um vídeo.

Siri mais poderosa
A assistente virtual da Apple está mais potente. Percebe melhor o que é dito, consegue entender contextos gramaticais e tem um sistema de pesquisa melhorado.

Já não se lembra das fotografias das férias passadas? Pergunte à Siri e ela vai buscar essas imagens. Está a ler um email e quer criar uma nota de um evento? Basta dizer “lembra-me disto depois” e a assistente consegue perceber a tarefa que lhe foi atribuída.

A Siri é agora parte integrante do Spotlight e consegue mostrar resultados com base na pesquisa que está a ser digitada. Se escrever “meteorologia” surgirá de imediato um cartão com o estado do tempo para o local onde está.

Quando aceder ao Spotlight será também “brindado” com os contactos e as aplicações que usa mais frequentemente, sugestões que podem poupar alguns segundos de pesquisa.

[caption][/caption]

A versão completa desta funcionalidade integra ainda algumas notícias no sistema de notificações do iOS, mas é também algo que não vai estar acessível em português.

Mais vantagens
A Apple assegura que o iOS 9 vai ainda garantir uma maior autonomia nos dispositivos móveis da empresa, vai fortalecer os níveis de segurança e vai também ter resultados positivos ao nível da fluidez.

Uma outra dor de cabeça antiga que parece ter sido resolvida é o espaço necessário para fazer a atualização. Se o iOS 8 consumia 4,58GB de armazenamento, o iOS 9 só vai precisar de 1,3GB - garanta este espaço se quiser atualizar já hoje para o novo sistema operativo.

Veja os dispositivos compatíveis e se deve atualizar já para o iOS 9


Dispositivos compatíveis com o iOS 9
Se tiver um dos dispositivos da seguinte lista, então pode avançar para a atualização.

- iPhone 4s
- iPhone 5
- iPhone 5c
- iPhone 5s
- iPhone 6
- iPhone 6 Plus
iPhone 6s (já vem de origem)
- iPhone 6s Plus (já vem de origem)
- iPod Touch 5ª Geração
- iPod Touch 6ª Geração
- iPad 2
- iPad 3ª Geração
- iPad 4ª Geração
- iPad Air
- iPad Air 2
- iPad Pro (já vem de origem)
- iPad Mini
- iPad Mini 2
- iPad Mini 3
- iPad Mini 4

Deve atualizar já o seu dispositivo?
Este é um dos grandes dilemas dos utilizadores do iOS. Isto porque os últimos anos têm mostrado que as atualizações trazem problemas para alguns equipamentos e que condicionam de forma significativa a sua utilização.

Problemas na autonomia, bugs em várias aplicações, crash de funcionalidades, são alguns dos episódios registados nos últimos anos. A atualização para o iOS 8 foi especialmente tumultuosa.

Mas deve ter especial atenção se tiver um equipamento antigo, como o iPhone 4s ou o iPhone 5. É nos modelos mais velhos que as atualizações de software costumam ter um maior impacto ao nível da utilização. Lentidão no processamento e engasgos na interface de utilizador são logo dois problemas que “saltam” à vista.

Deve então atualizar? Se quiser todas as novidades já e se tiver confiança no trabalho da Apple - assim como na resolução de eventuais problemas -, então deve avançar.

Caso dê preferência a um processo sem problemas, então espere algumas horas ou mesmo dias para ver como é a reação de quem já experimentou o iOS 9. Acompanhe os fóruns oficiais da Apple e os principais sites de notícias para perceber se há ou não problemas associados e se pode então avançar para o update de forma tranquila.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.