O eQubes é um jogo de raciocínio matemático inspirado em equações e cubos, ideal para quem aprecia um bom quebra-cabeças. Ajudando a treinar o cérebro, o jogo assenta em equações matemáticas que têm de ser resolvidas em contrarrelógio.

“O eQubes surgiu da minha ideia de programar um jogo que fosse desafiante e ao mesmo tempo fácil de jogar”, referiu João Lima ao TeK. “Começou com o meu gosto em programar, que percebi ter no início do curso de Engenharia Mecânica, em unidades curriculares de programação, e passou muito rapidamente de uma ideia para um desafio. Queria que o jogo tivesse boa jogabilidade num design simples, minimalista e intuitivo”.

Do papel para o computador e do computador para o mercado, o eQubes sofreu poucas alterações, “só aperfeiçoamentos”, garante o criador. Em 2014 contactou a empresa portuguesa BloomIdea que apostou na ideia e passou a ser parceira no seu desenvolvimento desde essa altura.

De momento o eQubes só existe para iOS, mas João Lima garante que já há uma versão Android a caminho. Estão também a ser preparadas as próximas fases do jogo. “O eQubes pode ter uma jogabilidade praticamente infinita. Não há limites aos modos de jogo”.

Quanto ao sucesso alcançado, o facto de ser um jogo “para todas as gerações, dos mais jovens aos mais idosos”, que pode ser visto como “uma competição entre amigos ou um time-killer para os momentos de espera” ajuda. “O gosto pela matemática não é o mais essencial, mas sim, o gosto por um desafio crescente. Mais tarde ou mais cedo o jogador completa o nível em que ficou bloqueado, só não pode desistir”, salienta João Lima. “Não depende do jogo, depende do jogador”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.