O dia combina o ponto alto de dois projetos importantes da Agência Espacial Europeia (ESA) e a partida do Ariane 5 está a ser acompanhada em direto a partir de vários pontos da Europa.

A transmissão em video do lançamento do Ariane 5 tem início às 12:36, mas a descolagem do foguetão está marcada para as 13:06 GMT, sendo o o percurso acompanhado em vídeo, com a separação da componente central nove minutos depois da partida, seguida pela ignição do primeiro "andar" do veículo propriamente dito.  

A transmissão é depois interrompida e retomada às 16:30 para cobrir as restantes fases, até porque após três horas será iniciada a ignição do segundo componente para colocar o Ariane numa órbita circular, onde serão lançados os primeiros dois satélites, e 20 minutos depois segue-se o lançamento dos restantes satélites. Os satélites da constelação Galileo irão depois posicionar-se individualmente na sua órbita final.

O sistema de navegação Galileo tem atualmente 14 satélites e aumenta assim para 18 a sua cobertura, concorrendo com o GPS norte americano. Nos próximos dois anos estão previstos mais dois voos do Ariane 5 que colocarão em órbita os satélites que faltam na constelação Galileo.

Numa missão separada, partem hoje para a Estação Espacial Internacional três astronautas, entre os quais Thomas Pesquet que fica encarregue da missão Proxima da ESA. É acompanhado pela astronauta da NASA Peggy Whitson e o comandante russo Oleg Novitsky. O transporte é assegurado pela Soyuz que tem partida assegurada para as 20:20 GMT. A missão pode também ser acompanhada online.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.