As conclusões são da edição de 2014 do estudo Teens and Screens, da empresa de segurança McAfee, que sublinha que os adolescentes têm estes comportamentos, apesar de saberem os riscos que correm.

O relatório dá conta de que cerca de 75% dos adolescentes aceitam "amizade" de pessoas que não conhecem na vida real e 59% interage com estranhos online, sendo que um em cada 12 acaba por conhecer pessoalmente esse estranho.

Relativamente à publicação indevida de informação pessoal, 50% partilha na Internet o seu endereço de email, 30% o número de telefone e 14% a sua morada. Tal acontece apesar de 77% saberem que aquilo que é publicado na Internet não pode ser apagado e 80% ter tido conversas com os seus pais acerca de comportamentos seguros online.

Além disso, embora 90% acreditem que os seus pais confiam neles para fazerem o mais acertado, 45% mudariam o seu comportamento online se soubessem que são vigiados pelos seus educadores.

Mais de metade (53%) costuma fechar ou minimizar as janelas de browser quando os seus pais entram na sala e 50% têm por hábito apagar o histórico da atividade online.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.