Novas versões dos sistemas operativos para Mac e iPhone são algumas das novidades esperadas para a World Wide Developers Conference (WWDC), que está focada nos programadores e no desenvolvimento de aplicações, um ecossistema que continua a ser o mais lucrativo do mercado.

Tim Cook, o CEO da Apple, recebeu a habitual dose de aplausos e entusiasmo quando subiu ao palco, e tirou do bolso as principais novidades, focadas nas séries originais para a Apple TV, mas também na diversificação do serviço, que conta agora com suporte multi utilizador, e perfis diferentes para toda a família.

O principal movimento porém parece ser na área do gaming, com a Apple TV  a suportar agora os controladores da Xbox One e PS4 para poder jogar e controlar o serviço, o que torna a plataforma quase uma consola.

A aposta no Apple Watch suporta também a tualização do watchOS, que tem agora uma atualização. com novas funcionalidades, incluindo a monitorização de som à volta do utilizador com a app Noise, e a capacidade de gravar sons. Mas a Apple garante que tem uma proteção da privacidade.

Para as mulheres o relógio da Apple traz também uma app que controla o ciclo hormonal, e que pode ser consultado no Watch e tem alertas "discretos". E está disponível também no iPhone, com todas as funcionalidades que podem ser encontradas no relógio.

iOS 13 mais rápido e updates mais pequenos

O sistema operativo que alimenta a "menina bonita" da Apple tem agora a versão 13, e está mais rápido e com novas funcionalidades como o modo dark em todo o sistema e nas aplicações.

O reconhecimento de rosto está 30% mais rápido e a Apple assegura que todas as atualizações e downloads foram também compactados para pesarem menos na comunicação - são 60% mais pequenas - e as aplicações carregam duas vezes mais rápido.

Mapas com mais detalhe, mas reforço da privacidade

A Apple está a mudar a forma como partilhamos a localização com aplicações, e pela primeira vez é possível partilhar essa informação apenas uma vez. E até fazer um login específico, onde pode ter um email "falso", aleatório, fornecido pela própria Apple, que assim replica uma prática que muitos utilizadores já usavam para proteger a sua privacidade.

Mas os próprio mapas estão a ser reescritos, com uma funcionalidade semelhante ao StreetView, que vai estar disponível este ano mas só nos EUA, onde foram captadas as imagens.

A app Messages também tem novidades, com a capacidade da Siri de ler as mensagens com tons diferentes, mas com destaque para os Memoji que estão mais personalizados, com novas capacidades de definição de cores, penteados, óculos e outros detalhes pessoais. E vai poder criar stickers, que estão disponíveis em várias aplicações diretamente a partir do teclado.

A utilização de um novo motor de texto para voz, o neural text to speach, é uma das demonstrações mais impressionantes de hoje, com mudanças significativas na naturalidade do tom de voz e articulação da Siri face à versão anterior.

Mac Pro faz concorrência às melhores estações de trabalho do mercado

Utilidade e design são as linhas que a Apple usou para criar o novo Mac Pro, que garante ser o mais potente de sempre, e que tem um processador Intel Xeon de 28 cores, 6 canais de memória e até 1,5 TB de armazenamento.

O novo computador já é poderoso mas pode ainda ser escalado à medida das necessidades mais exigentes, com 8 slots PCI.

Tudo criado para a melhor capacidade multimédia e processamento de vídeo e música, e ademonstração em palco, com a adição de uma quantidade massiva de pistas de áudio e vídeo, e até suporte a 8K.

O novo computador vai estar à venda no outono e o preço está à medida das funcionalidades. É altissimo... São 5.999 dólares para a versão base, mas se quiser conjugar o Mac Pro com o novo ecrã LCD de 32 polegadas vai ter de pagar mais.

MacOS Catalina é a versão que se segue

A nova versão do macOS tem o nome de código Catalina, e a Apple divulgou algumas das novidades que está a preparar. Find My Mac tem novidades para encontrar o seu equipamento, com mensagens encriptadas enviadas por Bluetooth para os equipamentos próximos, o que é uma boa ideia.

O controle por voz vai também chegar à plataforma macOS, com mais possibilidades como aumentar ou diminuir o volume, enviar uma mensagem de email ou começar a ditar texto.

O novo iOS 13 está disponível a partir de hoje no Apple Developer Program e uma beta pública vai ser disponibilizada ainda este mês, mas as novas funcionalidades só vão chegar ao iPhone no outono, suportando os iPhones a partir do 6s. O iPadOS segue o mesmo calendário e pode ser usado nos iPad Air 2 e superiores e ainda todos os modelos do iPad Pro, a quinta geração de iPad e os iPad mini 4 e superiores. A apple nota que nem todas as funcionalidades vão estar disponíveis nas diferentes regiões e línguas.

Nota da redação: A notícia foi sendo atualizada à medida que decorria o WWDC 2019. Última atualização 20h37

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.