Nos primeiros meses da pandemia, com o confinamento imposto, o mundo parou, ou pelo menos abrandou significativamente, e o trânsito e a redução dos congestionamentos foram um dos efeitos mais visíveis. Agora a TomTom partilha no seu Traffic Index os números globais, das medições realizadas em 416 cidades, de 57 países em 6 continentes, mostrando o efeito real da COVID-19.

De acordo com os dados, 387 cidades viram o tráfico reduzir em 2020 face ao ano anterior, e os gráficos indicam a poupança de tempo nas deslocações, especialmente nas chamadas horas de ponta.

Em Portugal o efeito da pandemia e do confinamento é também visível, sobretudo nos meses de abril e de maio, voltando a recuperar a partir de setembro e outubro. Porto, Lisboa, Braga, Coimbra e Funchal tiveram reduções de trânsito entre 24 e 12%, e em Portugal registaram-se um total de 119 dias sem congestionamentos.

Os dados podem ser consultados no site Traffic Index da TomTom, com possibilidade de consulta interativa, cobrindo 57 países e 416  cidades.

É possível consultar o histórico dos anos anteriores, desde 2017, fazer comparação de tendências e de desempenho global das cidades acompanhadas neste índice da TomTom, percebendo também quais as melhores e piores horas para deslocações e do tempo perdido no  trânsito todos os anos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.