O James Webb Telescope é o próximo grande observatório espacial a subir aos céus, mas enquanto o dia não chega, a NASA continua a testar a sua resistência para assegurar que tudo corre dentro do planeado. Ainda com um ano de espera pela frente, o aparelho foi agora submetido a um teste de resistência em baixa temperaturas, no Johnson Space Center, no Texas. Contudo, para conduzir este teste, a agência espacial viu-se a braços com uma tarefa hercúlea: meter o gigantesco telescópio dentro de uma câmara criogénica. O processo foi filmado e publicado num timelapse onde toda a preparação de nove meses é exposta em pouco mas de 90 segundos:

Note que toda a operação é conduzida com minúncia, uma vez que o mínimo erro pode comprometer o futuro da missão de observação do James Webb. Na câmara criogénica, as temperaturas podem chegar a atingir os 240 graus negativos.

O telescópio vai agora ser transportado para as infraestruturas da Northrop Grumman, na Califórnia, onde novos testes serão conduzidos. A empresa, que esteve envolvida no desenvolvimento deste aparelho, vai ainda montar algumas peças adicionais que são essenciais ao desenvolvimento de algumas tarefas no espaço. O telescópio vai ser lançado em 2019 na Guiana Francesa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.