Embora o calor esteja forte nos países ocidentais da Europa, como Portugal, os países de Leste e do Norte estão a experienciar um verão atípico, com diversas tempestades a causarem inundações. O resultado é o desaparecimento de pessoas levadas pelas correntes e um total de mortes que não para de subir.

Só na Alemanha estão dadas como desaparecidas cerca de 70 pessoas e foram registados duas dezenas de mortes. As cidades de Schuld, Erkrath e Duesseldorf são as mais as mais perigosas, mas outros países da Europa estão a braços com as tempestades de chuva intensa, como a Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Suíça. No total, estima-se que cerca de mil pessoas estejam desaparecidas e 90 óbitos registados.

A Agência Espacial Europeia está a usar o satélite Copernicus Sentinel-1 numa missão de monitorização e mapeamento das áreas afetadas pelas inundações, de forma a ajudar os meios de socorro a acederem aos locais mais problemáticos. A ESA diz que os rios estão a sair fora dos seus cursos e a inundarem edifícios e casas dos cidadãos. Segundo os dados da ESA, as zonas Rhineland-Palatinate e Rhine-Westphalia do Norte são as mais afetadas pela subida dos níveis de água dos seus rios. O mesmo para a região de Walloon na Bélgica.

Veja no mapa os mapas das regiões que fizeram disparar o mapeamento de emergência do Copernicus:

Foram divulgadas imagens de radar do satélite, que consegue “ver” através da chuva e nuvens, apontando a extensão das inundações com um tracejado vermelho.

Em quatro países chegou mesmo a ser ativado o sistema de emergência de mapeamento do Copernicus devido às inundações: Na Suíça espera-se que a inundação chegue ao seu pico entre hoje e amanhã, dia 17 à noite, esperando-se uma duradoura descarga dos corpos de água. Na Alemanha, espera-se que a chuva e as inundações continuem a ser severas nos próximos dias, sobretudo na área de Rhineland-Palatinate. Na Bélgica também continua a esperar-se inundações severas nos próximos dias, afetando sobretudo a região Walloon. Na Holanda, durante o dia 15, a chuva intensa fez bater recordes de inundações ao longo do rio Meuse.

Todos os mapas e serviços de observação do Copernicus podem ser acedidos pelas autoridades da proteção civil, assim como a ajuda internacional humanitária, diz a ESA em comunicado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.