Se há uma palavra que define bem a mão humana é o termo “destreza”. Os dedos permitem uma grande precisão, grande flexibilidade de movimentos e adaptação a diferentes “contextos”. E foi nestes conceitos que os investigadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) se inspiraram para o seu mais recente projeto.

Melhor do que ler, talvez seja mesmo ver o que esta mão robótica é capaz de fazer:

Os três dedos do robot permitem agarrar uma grande variedade de objetos, com texturas diferentes e também com diferentes espessuras. Os exemplos que mais se destacam são talvez a folha de papel, o CD e a caneta, devido às suas dimensões reduzidas.

No vídeo também é possível ver que não é só o simples ato de agarrar que tornam estes dedos robóticos especiais. O braço mecânico faz tudo de forma cuidada e suave, aproximando-se dos gestos humanos.

Além de serem construídos em silicone, o que permite um bom nível de flexibilidade, cada dedo tem também um sensor que ajuda a detetar qual o nível de “pressão” necessário para agarrar os diferentes objetos.

“Os robots devem ser capazes de pegar numa grande variedade de ferramentas desenhadas para uso humano e serem capazes de as manejar apropriadamente”, salientam os autores do projeto, citados pelo Gizmodo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.