Imagine um drone capaz de mudar de forma, autonomamente, mediante as suas necessidades de espaço para navegar. O projeto “Dragon Drone” está a ser desenvolvido por investigadores da divisão de robótica da JSK Lab, da Universidade de Tóquio e é composto por diferentes drones mais pequenos, capazes de se transformarem no ar. Pode mudar para ser uma curva ou quadrado, mas destaca-se por assumir o melhor formato dependendo do espaço que tem para voar.

Cada pequeno drone é alimentado por hélices duplas, ajustadas ao corpo principal, capazes de se movimentarem em qualquer direção. A bateria que alimenta o DRAGON, como foi batizado, encontra-se na espinha dorsal do dispositivo, garantindo cerca de três minutos de autonomia em voo.

A versão revelada do drone tem quatro módulos, suportados por um kit de desenvolvimento Intel Euclid. Este foi desenvolvido para circular em espaços apertados, mostrando o seu potencial de adaptação, mas os investigadores salientam que este pode ter até 12 módulos, para tarefas mais complexas. Por exemplo, um braço voador, capaz de manipular objetos, pegando neles com os drones da extremidade como se fossem pinças.

Os investigadores estão agora a desenhar um modelo multi-pernas, baseado no mesmo sistema modelar, capaz de voar, mas também andar pelo solo. A ideia é desenvolver um drone que seja capaz de identificar a melhor forma de locomoção de acordo com o ambiente em redor.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.