Não faltam projetos em teste à procura de fórmula certa para o transporte urbano das cidades do futuro. O projeto da Zeva Aero é um deles, que consegue dar nas vistas pelo design, quase a fazer lembrar uma grande bolacha.

Recentemente o Zeva Zero completou com sucesso o primeiro voo de testes, uma mini-viagem ainda em modo autónomo, seguem-se os próximos testes para afinar o modelo, que no futuro quer transportar passageiros.

O modelo é totalmente elétrico e funciona com o apoio de oito rotores, quatro em cima e outros tantos em baixo. Pousa e decola na vertical, mas foi idealizado para voar com a cápsula mais próxima de uma posição horizontal, quando atinge maior velocidade. Pode voar por distâncias até 80 quilómetros e atingir velocidades de cerca de 250 km/h.

Os responsáveis da empresa, antecipam que a aeronave possa vir a ser usada por equipas de emergência e estimam que se chegar ao mercado será comercializada por um preço à volta dos 250 mil dólares, de acordo com declarações de um dos co-fundadores à Reuters.

Stephen Tibbitts admitiu também à agência que o Pentágono demonstrou interesse no conceito e que a classe alta poderá ser outro público com interesse na aeronave, para fazer viagens de fim-de-semana, entre campo e cidade.

A versão final está pensada para transportar apenas um tripulante. O modelo vai poder funcionar com condução manual ou remota, uma opção que a Zeva considera, por exemplo, para a utilização em missões de salvamento. Para chegar a uma versão final, o modelo precisa de cumprir um conjunto de requisitos de segurança, a validar pelas autoridades aeronáuticas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.