À medida que o panorama da realidade virtual continua a evoluir há quem pense em novas formas de o tornar ainda mais imersivo. Por exemplo, já imaginou como seria se pudesse ter a sensação de estar a lavar os dentes, beber uma chávena de café, ou até a sentir uma brisa ou pingos de chuva nos lábios enquanto está num mundo virtual?

Uma equipa de investigadores do Future Interfaces Group da Universidade de Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema que permite transmitir feedback háptico aos lábios, dentes e língua dos utilizadores de headsets de realidade virtual, sem que tenham a necessidade de utilizar acessórios adicionais.

Clique nas imagens para mais detalhes

Os investigadores explicam que a vasta maioria dos atuais sistemas de realidade virtual oferecem feedback háptico limitado, recorrendo a motores de vibração nos comandos que acompanham os headsets.

É certo que existem equipamentos mais sofisticados, porém, não têm o mesmo nível de adoção por parte dos consumidores e encontrar uma forma de transmitir feedback háptico a outras partes do corpo que seja simultaneamente prática e “consumer-friendly” é um desafio.

De acordo com os especialistas, a boca é particularmente subestimada no que toca ao mundo da realidade virtual e aumentada, embora seja uma zona sensível e com uma grande densidade de recetores que respondem a estímulos mecânicos.

A proximidade da boca em relação ao headset de realidade virtual apresenta-se como uma oportunidade para a transmissão de efeitos hápticos. Porém, os consumidores não querem que toda a sua cara esteja coberta por um equipamento de realidade virtual, muito menos ter algo a cobrir as suas bocas ou no interior delas.

Mas como é que tudo funciona? A ferramenta é composta por um conjunto de transdutores ultrassónicos que emitem energia acústica para a zona da boca, traduzindo-se numa variedade de sensações: de toques suaves a pressão localizada.

Veja o vídeo

Para pôr a criação à prova, os investigadores desenvolveram um conjunto de demos sensoriais e, em estudos onde o sistema foi testado junto de um conjunto de utilizadores, foi possível verificar que o feedback háptico na zona da boca contribuiu para aumentar a sensação de imersão em experiências de realidade virtual.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.