A GoPro vai entrar oficialmente no mercado dos drones, com um quadricóptero, na primeira metade de 2016. O anúncio foi feito pelo diretor executivo da empresa, Nick Woodman, durante a Code Conference promovida pela publicação Re/Code.

Interessante foi a abordagem que o CEO teve durante a revelação. “O quadricóptero é em alguns momentos o derradeiro acessório da GoPro”, disse o executivo, mostrando assim que o núcleo do negócio continuarão a ser as câmaras de ação.

Mesmo sem avançar um preço para o drone, Nick Woodman lembrou o compromisso da GoPro é sobretudo com o mercado de consumo, pelo que o preço deverá estar em linha com algumas das principais marcas de drones do mercado: DJI e Parrot por exemplo.

O CEO garantiu que a empresa terá ainda outros produtos no mercado - possivelmente acessórios - que vão ajudar os utilizadores na descoberta dos drones como um acessório de captação de imagem.

Ainda na gama dos acessórios o executivo da GoPro revelou que em breve a empresa vai lançar para o mercado um acessório que permitirá colocar seis câmaras a gravar em simultâneo. A ideia é usar esta base como elemento para a produção de vídeos imersivos, em 360º, que possam ser aproveitados por equipamentos de realidade virtual.

A tecnológica já publicou inclusive um exemplo de como serão os vídeos conseguidos com a ajuda do acessório e do software de uma empresa chamada Kolor, que a GoPro adquiriu no mês passado:

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.