A casa do futuro é igual às casas atuais: tem paredes, mobílias e pavimento decorativo. A grande diferença está no tipo de tecnologias que vai possuir e na forma como as vai integrar com os restantes elementos. Depois de alguns minutos a percorrer o stand da Panasonic na IFA, o TeK acabou por encontrar um espaço classificado pela empresa como a habitação do futuro.

No ponto de vista da empresa parte do que se vai passar nas casas daqui a alguns anos será controlado e monitorizado através dos televisores. O conceito de Smart TV vai evoluir de televisores com aplicações para televisores que são o núcleo central da casa inteligente.

Será possível ver há quanto tempo o frango está no forno, como está o assado através de uma webcam incorporada no forno, se há louça para lavar através de uma outra webcam que fica na banca da cozinha e serão também possível controlar a iluminação da casa. Aqui a TV será inteligente o suficiente para baixar a luminosidade das lâmpadas caso esteja a ver um filme.

Mas o próprio televisor, como equipamento, tem truques. Quando o TeK chegou ao stand o que havia era um painel retangular de grande dimensão que exibia animações: uma prateleira de livros, uma lareira decorativa. Pouco tempo depois e a comando de um executivo da Panasonic, o restante painel que estava escondido elevou-se para deixar `s vista de todos um televisor Ultra HD de acima das 70 polegadas.

Esconder equipamentos eletrónicos nos móveis vai passar a ter outro significado. Também o móvel da cozinha vai ser um verdadeiro transformer, incluindo uma arca refrigeradora e outra congeladora em duas gavetas muito bem dissimuladas. E o que parece um móvel plano numa altura, é na realidade uma galeria de comida pré-feita que está à espera dos convidados, bastando para isso carregar num único botão.

Da cozinha também já foram referidas as Webcams estratégicas, mas também o fogão é inteligente. A placa de indução não tem divisões, estas criam-se automaticamente dependendo do tipo de panela que lá pousar. Ou então do tipo de acessório, já que a Panasonic tem uma ponte de cerâmica que afinal é um grelhador.

A empresa, que tem grande tradição nos eletrodomésticos, acabou por não mostrar o que pensa de outras situações tais como a segurança ou a existência de um assistente pessoal omnipresente. Fica no entanto a certeza que do que se viu no stand da tecnológica nipónica, tão cedo não será visto na casa dos comuns dos mortais.

Se quiser saber como é a IFA "por dentro", veja a próxima página onde pode encontrar uma fotogaleria com imagens de alguns stands das marcas que por lá marcam presença. Veja também um resumo daquelas que têm sido as novidades de uma das maiores feiras de tecnologia do mundo.



Rui da Rocha Ferreira


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

A IFA por dentro

- Smartphones conquistam mais espaço na feira de eletrónica de consumo
- Samsung quer pôr sala de estar "às curvas"
- Conheça a proposta da Panasonic para a casa do futuro
- Sete é o número mágico dos novos produtos da Huawei
- Philips reforça presença do Spotify no terreno do áudio e vídeo tradicional
- Todas as novidades da Toshiba
- Tablets, telemóveis e televisores seguiram na mala da Sony até Berlim
- Realidade virtual da Samsung passa por parceria com a Oculus
- Acer renova gama de tablets e smartphones
- Samsung mostra Galaxy Note 4, Note Edge e novo Gear S
- Lenovo apresenta tablet e computadores de jogos

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.