O Kenguru é um carro diferente dos que se têm visto até agora. Criado de raiz para se adaptar à necessidade de pessoas com problemas de mobilidade, o veículo destaca-se pela comodidade que garante às pessoas em cadeira de rodas e pelo facto de ser elétrico.

O carro não tem assentos e funciona como um avião de carga - a porta traseira abre-se para que o utilizador possa entrar com a cadeira de rodas sem dificuldades. O volante é semelhante ao de uma mota, o que torna mais acessível o ato da condução.

Uma carga elétrica de oito horas deve ser o suficiente para garantir uma viagem de quase 100 quilómetros, conseguindo atingir o Kenguru uma velocidade máxima de 40 Km/hora.

Pelas características descritas entende-se que o carro não está talhado para grandes viagens, mas pretende antes facilitar nas deslocações curtas. Muitas cidades não estão devidamente adaptadas às pessoas com mobilidade limitada, pelo que uma simples ida ao café pode tornar-se morosa e complicada.

O projeto nasceu na Húngria, mas acabou por mover-se para os EUA como relata o The Verge. O Kenguru vai entrar em produção até ao final do primeiro semestre de 2015, devendo chegar ao mercado com um preço de 25 mil dólares, perto de 18 mil euros.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.