São dezassete obras-primas da pintura mundial que passam a poder ser vistas "ao ínfimo detalhe" através do Google Earth, anunciava hoje a gigante das pesquisas no comunicado sobre o lançamento do Art Project.

A parceria com museus de referência em onze cidades do mundo vai permitir aceder a mais de mil obras de 486 artistas, expostas em salas do MoMa (Nova Iorque), National Gallery de Londres, Hermitage (São Petersburgo) ou Museu Van Gogh (Amsterdão).

Ao todo, são dezassete os museus que passam a poder ser visitados online por esta via, disponibilizando acesso a 1.062 obras em alta resolução e 17 "obras-primas da pintura" em super resolução, detalha a Google na nota à imprensa.

O acesso será facultado com base no Google Earth e recurso à tecnologia 360º do Street View, que vai permitir "passear" virtualmente por 385 salas de museus, onde será possível apreciar obras como a "Noite Estrelada", de Vicent van Gogh, ou o "Regresso do filho pródigo", de Rembrandt.

O trabalho resulta de uma parceria "exaustiva" com os museus, que orientaram todas as etapas do projecto, desde a selecção das colecções, ao aconselhamento sobre qual o melhor ângulo para as fotografias ou a informação que deve acompanhar a obra, explica a Google. Para ilustrar a fase de preparação foi divulgado um vídeo…

O resultado do trabalho já pode ser testado no site do projecto. Quem precisar de uma ajuda com as funcionalidades, pode dar uma vista de olhos no vídeo criado pela empresa para explicar como utilizar a nova ferramenta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.