Os Google Glass acabaram de chegar às lojas mas desde que foram apresentados têm dado nas vistas, mais ainda pelo que podem vir a permitir, do que pelo que já permitem hoje. A Google tem tentado envolver o mais possível no processo de amadurecimento do conceito os mais diversos intervenientes, mas a gigante da Internet não é a única a pensar como este tipo de tecnologia pode melhorar processos e ajudar a encontrar novas formas de desempenhar tarefas.



Uma solução desenvolvida pelo grupo Generix aplica um conceito semelhante, para alterar a forma de trabalho num centro de logística e guiar os operadores de armazém encarregues de fazer a recolha dos produtos.



A solução leva o sistema de gestão de armazém "para dentro" de uns óculos inteligentes que dão ao operador toda a informação necessária para saber onde deve recolher ou guardar um produto e em que quantidades. A solução tira partido de tecnologias de realidade aumentada para transmitir informação em tempo real.



A inovação foi recentemente premiada na Semana Internacional do Transporte e da Logística, com o prémio de inovação logística.



Num vídeo preparado pela empresa é possível ver a tecnologia em ação. As instalações são o centro de logística da Oscaro.com, uma das maiores empresas de comércio online de peças para automóvel na Europa, que diariamente responde a mais de 20 mil encomendas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.