Num procedimento habitual cada vez que acontece um lançamento importante, a iFixit pegou no recém-chegado às lojas Huawei Mate 10 Pro e desmontou-o, avaliando o nível de probabilidade que um qualquer dos seus utilizadores terá de o reparar. E as notícias não são assim muito boas.

No caso de precisar de arranjar um dos componentes ou partes do novo topo de gama da fabricante chinesa, e quiser fazê-lo por sua conta e risco, terá uma tarefa com alguma dificuldade entre mãos, de acordo com a avaliação feita pela iFixit.

A organização aponta dois procedimentos pela positiva: a facilidade de abertura da parte de trás do telefone, apesar de estar selada, e a remoção da porta USB, dos altifalantes e da motherboard.

Pela negativa também são apontados dois procedimentos, mas o problema é que dizem respeito à reparação de dois componentes, normalmente, muito importantes num telefone: a câmara frontal e o ecrã. No caso do Huawei Mate 10 Pro a iFixit diz que tais substituições obrigam a mexer em quase todos os componentes, sob pena de estragar algum deles.

Os procedimentos para desmontar do smartphone são explicados numa análise detalhada, com imagens passo a passo.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.