A EPFL Center for Space Engineering, em parceria com a University of Applied Sciences (UAS) de Geneva e a Signal Processing 5 Laboratory, tem planos para capturar os pequenos satélites SwissCube ao usar uma sonda equipada com uma rede cónica.

Intitulada de CleanSpace One, a missão foi desenvolvida pouco depois de os SwissCubes terem sido lançados para o espaço como parte de um teste para reduzir a quantidade de lixo na atmosfera.
Os investigadores afirmam que o aspeto mais difícil da missão vai ser encontrar os pequenos satélites. A sonda lança feixes para os cubos antes de fechar a sua rede e os “engolir”. Depois, a sonda reentra na atmosfera e incendeia-se juntamente com os SwissCubes.

“Este sistema é mais confiável e oferece uma maior margem de manobra do que uma garra ou uma mão articulada”, declarou Michael Lauria, professor na UAS.
Mas não será uma tarefa fácil. “Apenas é necessário um erro nos cálculos de abordagem ao SwissCube para mandar a CleanSpace para o espaço”, constatou Muriel Richard-Noca, responsável pelo projeto.
O sistema já passou da fase de protótipo e está agora em curso para ser lançado em 2018 depois de todos os testes efetuados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.