No passado dia 11 de abril a SpaceX lançou a primeira missão comercial do Falcon Heavy, o mais potente dos foguetões da atualidade e um dos maiores de sempre. A missão foi um sucesso e ficará para a história da empresa criada por Elon Musk por ter sido a primeira vez que a empresa conseguiu trazer de volta à Terra sem incidentes três Falcon 9 em simultâneo, usados nesta missão como propulsores do Falcon Heavy.

Dois dos propulsores regressaram a terra firme, o terceiro e principal, estava previsto que aterrasse na plataforma da SpaceX no meio Atlântico. O objetivo foi cumprido e a celebração foi grande, mas afinal o equipamento não regressou às instalações da SpaceX são e salvo como era de prever.

A empresa revelou que a operação de resgate do Falcon 9 acabou por fracassar devido às más condições do tempo na zona da plataforma, que provocaram ondas de dois a três metros. A plataforma tem um sistema de fixação dos foguetes que lá aterram, para que se mantenham na vertical até serem recolhidos, mas as últimas alterações de design aos propulsores não permitiram usá-lo e as ondas acabaram por fazê-lo cair. Foi dada prioridade à segurança da equipa de resgate e a missão acabou por não poder ser cumprida como estava previsto, explica a SpaceX.

A construção de foguetões reutilizáveis é uma medida de eficiência que permite reduzir significativamente o custo das missões espaciais, mas não tem sido fácil pô-la em prática. A SpaceX já perdeu vários foguetes em missões comerciais ou de teste e por isso ao longo dos anos a tecnologia tem sido testada e melhorada de forma contínua.

No meio das pequenas derrotas, a empresa tem conseguido alcançar também várias vitórias e em março de 2017 levou pela primeira vez ao espaço um foguetão que já tinha usado numa missão anterior. No passado dia 11 de abril voltou a fazer história ao conseguir fazer aterrar os três Falcon 9 de suporte à primeira missão comercial do Falcon Heavy. Perder um deles no regresso à base foi só mais um percalço, mas sem impacto no sucesso da operação. Veja ou reveja aqui a aterragem bem-sucedida dos dois propulsores enviados de volta para terra firme na passada quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.