A paciência compensou, finalmente. Depois de dois anos de lançamentos e aterragens bem sucedidas, a SpaceX volta a fazer história ao aterrar, em segurança, um foguetão que já havia sido utilizado num outro lançamento.

Desta vez, o Falcon 9 utilizado subiu até lá acima para colocar um satélite de comunicações em órbita e desceu em segurança até uma das plataformas flutuantes que a empresa tem no Atlântico. Este foguete já tinha protagonizado uma missão semelhante em abril de 2016, fazendo desta a primeira vez que um destes veículos é lançado ao espaço e aterrado em segurança por duas vezes.

"Isto significa que vamos poder voar e fazer voar novamente o mesmo motor de impulso de classe orbital, que é o elemento mais caro do foguete. Em última instância, isto significa uma grande revolução no sector dos voos espaciais", disse Elon Musk no livestream feito pela SpaceX durante este lançamento.

Antes deste feito, os foguetes lançados ao espaço eram sempre descartados, desintegrados e reciclados dadas as condições consequentes dos impactos da aterragem nos seus materiais. Eram depois construídos novos foguetes o que, por sua vez, siginificava investimentos sucessivos na ordem das centenas de milhares de euros.

Note, no entanto, que a SpaceX não consegue ainda reaver todo o foguete que lança para o espaço, uma vez que há uma parcela que se desintegra pouco tempo depois de este descolar.

Este Falcon 9 reutilizado deverá agora protagonizar um terceiro voo. A empresa armazena já uma quantidade considerável de foguetes utilizados depois de oito aterragens bem sucedidas nos últimos anos, mas a utilização successiva de um mesmo veículo pode significar preços ainda mais baixos para os clientes que quiserem utilizar os serviços da SpaceX. De acordo com Gwyne Shotwell, presidente da SpaceX, esta garantia pode materializar-se em descontos consideráveis. Lançar um Falcon 9 ao espaço requer neste momento o pagamento de uma quantia que ronda os 60 milhões de dólares, mas a reutilização de um veículo pode baixar o preço em 33%.

Em 2017, a SpaceX espera garantir que este não foi o acontecimento de uma vida. Até ao fim do ano, a empresa quer realizar o lançamento de mais seis foguetes já utilizados.

 

 

 

 

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.