A Packard Bell prepara-se para lançar o seu primeiro tablet, que também vai chegar ao mercado português. A estreia da fabricante no segmento dá-se com um dispositivo Android de 10 polegadas, a que chamou Liberty Tab.

O equipamento estará disponível em versões de 16 GB e 32 GB, que podem vir apenas com conectividade Wi-Fi ou também 3G - uma escolha que se reflecte no preço.

As primeiras a chegar ao mercado nacional são as versões penas com ligação WiFi, cujo lançamento deverá acontecer em Julho ou Agosto, avançou ao TeK um porta-voz da companhia. A versão com 16 GB de memória vai custar 399 euros e a de 32 GB será vendida a 499 euros.

Os modelos com versão 3G surgirão depois, com preços e data a anunciar, acrescentou a empresa.

[caption]Liberty Tab[/caption]

No que respeita ao sistema operativo a aposta recaiu sobre a versão 3.0 do Android, optimizada para este tipo de plataformas, o Honeycomb (3.0), que lhe assegura o acesso a um vasto mercado de aplicações e a compatibilidade com o Adobe Flash.

O ecrã, de 10,1 polegadas apresenta uma resolução de 1280x800 pixéis (a mesma que o Xoom, da Motorola) e no interior do equipamento encontra-se um processador NVidia Tegra 2 Dual Core, de 1 GHz, que promete assegurar a qualidade do desempenho multitarefa prometido.

[caption]Liberty Tab[/caption]

De acordo com a fabricante, a bateria tem autonomia para 10 horas de utilização e o tablet apresenta ainda trunfos como o som estéreo Audio Crystal clear com Dolby Stereo.

Equipado com os habituais sensor de movimento e GPS, assegura conectividade USB 2.0, Mini-USB e HDMI, bem como entrada para cabos jack 3,5 mm e cartões Micro SD.

[caption]Entrada Jack 3,5 mm[/caption]

[caption]Entradas USB e Mini-USB [/caption]

[caption]Liberty Tab[/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.