Serena Auñon-Chancellor, Alexander Gerst e Sergey Prokopyev faziam parte da Expedição 57 e estão de regresso depois de 197 dias a bordo da Estação Espacial Internacional. A astronauta da NASA e os dois astronautas da Agência Espacial Europeia aterraram às 5h02 de Lisboa, no Cazaquistão.

Este foi o primeiro voo para Auñon-Chancellor e Prokopyev e o segundo para Gerst, comandante da expedição, que, com um total de 362 dias em órbita, é agora o astronauta da ESA que detém o recorde de mais dias de voo.

A Expedição 57 saiu da Terra a 6 de junho último e chegou à estação espacial dois dias depois para iniciar sua missão. Ao longo de 197 dias deu a “volta ao mundo” 3.152 vezes, fazendo 83,3 milhões de milhas (cerca de 134 milhões de Km).

Nos últimos 16 dias de sua missão, Auñon-Chanceler foi acompanhada pela também astronauta da NASA Anne McClain, assinalando a primeira vez em que os dois únicos astronautas americanos numa missão eram ambas mulheres. Anne McClain faz parte da Expedição 58, lançada no início do mês.

Enquanto esteve a bordo da ISS, a equipa de astronautas foi responsável por fazer várias experiências na área da biologia, biotecnologia, ciências físicas e ciências da terra. Os destaques vão para a investigação sobre novos métodos de tratamento do cancro e para o processo de crescimento de algas no espaço. A equipa teve também a seu cargo a instalação da nova Life Sciences Glovebox, uma área de trabalho selada para investigações científicas e tecnológicas que podem acomodar dois astronautas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.