A cápsula Dragon 1 da SpaceX está agora a cumprir a última missão de reabastecimento comercial da Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês). A nave desenvolvida pela empresa liderada por Elon Musk vai entrar na “reforma” a partir de abril deste ano, altura em que a nova e melhorada Dragon 2 assumirá as suas funções.

A 6 de março, a Dragon 1 seguiu a bordo do foguetão Falcon 9, no Cabo Canaveral, Florida, para a 20ª e última missão do contrato CRS-1 (Commercial Resupply Services) com a NASA. Depois de um lançamento bem-sucedido, a cápsula chegou três dias depois à ISS.

O braço robótico Canadarm2 comandado pela astronauta Jessica Meir ajudou a acoplar a Dragon 1 à estação para descarregar uma encomenda com mais de 2 toneladas de equipamento para novas experiências científicas. De acordo com a NASA, as próximas missões de reabastecimento da ISS realizadas com o Dragon 2 não necessitarão da ajuda do Canadarm2, pois a nova cápsula é capaz de acoplar de forma autónoma à ISS.

Ainda em dezembro de 2019, a ISS recebeu uma encomenda especial com equipamento para dar início a novas pesquisas científicas. Entre as quase três toneladas de materiais recebidos estava o RiTS, ou Robotic Storage Tool Storage. O “hotel” para robots tem como função proteger os autómatos que estão no exterior da ISS de elementos que poderiam comprometer as suas missões.

Está lançado o primeiro foguetão privado ao serviço de NASA
Está lançado o primeiro foguetão privado ao serviço de NASA
Ver artigo

Recorde-se que a missão de “estreia” da cápsula Dragon 1 remonta a 2012, sendo a primeira nave espacial privada a reabastecer a ISS. Depois de uma tentativa falhada, o lançamento foi levado a cabo com sucesso em maio desse ano. Desde então, a SpaceX já entregou mais de 43 mil quilogramas de mantimentos, equipamentos e materiais para experiências científicas às várias equipas que passaram pela estação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.