A Comissão Europeia (CE) está a apelar para que startups e pequenas e médias empresas (PME) com soluções para fazer frente ao novo Coronavírus se candidatem ao European Innovation Council Accelerator. Nesta ronda, o programa irá conceder apoios de 164 milhões de euros para empresas de todas as áreas, mas a CE garante que irá procurar acelerar o processo das instituições selecionadas que querem ajudar a combater a nova epidemia. Os interessados têm até 18 de março para se candidatarem.

Se gere uma startup ou PME capaz de ajudar a melhorar o tratamento, a realização de testes ou a monitorização de aspetos relacionados com o Coronavírus este apelo é para si. O European Innovation Council Accelerator destina-se a instituições de todas as áreas, sem temas "prioritários", mas, numa altura particularmente difícil para os cidadãos europeus em termos de saúde pública, a CE admite acelerar o processo de financiamento para os projetos vencedores nesta área.

No comunicado, a CE garante que este programa já está a apoiar várias startups e PME com tecnologia capaz de fazer face ao novo Coronavírus, que receberam financiamento nas rondas anteriores. Isso inclui o projeto EpiShuttle, para unidades de isolamento especializadas, o projeto m-TAP, para a tecnologia de filtração para remover material contaminado e o projeto MBENT, que pretende rastrear a mobilidade humana durante epidemias.

Desde que o vírus chegou a Portugal no início de março, têm sido várias as medidas introduzidas pelo Governo e das próprias empresas para fazer face à epidemia. Enquanto o Estado promove a utilização de serviços online para evitar contacto durante a pandemia de Covid-19, as empresas portuguesas estão a evitar viagens e reuniões e optam pelo teletrabalho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.