A sonda InSight da NASA tem revelado ao mundo o que se passa em Marte desde que lá aterrou em 2018. Em outubro de 2019, o Heat Flow and Physical Properties Package (H3), responsável por a escavar a superfície do Planeta Vermelho, encravou subitamente, deixando os cientistas preocupados. No entanto, a NASA poderá ter descoberto uma solução, no mínimo, criativa para o problema: pedir ao braço robótico da sonda para dar um golpe de “karaté” certeiro no instrumento.

Para chegar à conclusão de que o uso da força seria uma solução, os cientistas da NASA tiveram de planear cuidadosamente cada um dos passos que o braço robótico da sonda teria de tomar. Um golpe em falso poderia pôr em causa toda a estrutura do H3, podendo até cortar as linhas de comunicação entre o instrumento e a equipa de especialistas, avança o website Popular Science.

Assim, após vários meses de testes em Terra, a NASA decidiu executar o plano em Marte. Os resultados, se bem que lentos, são um progresso. Caso o H3, também conhecido como a “toupeira”, consiga voltar à ação, o próximo passo será enterrá-lo completamente no duro, e por vezes imprevisível, solo marciano.

Recorde-se que o H3 foi desenvolvido para escavar até uma profundidade de cinco metros de forma a tomar o “pulso”, “temperatura” e “reflexos” de Marte. Logo no início da sua missão de escavação, em fevereiro de 2019, o instrumento também tinha ficado preso, levando a equipa que coordena a InSight a mudar de estratégia.

Sonda InSight revela que os “martemotos” são mais frequentes do que os cientistas da NASA pensavam
Sonda InSight revela que os “martemotos” são mais frequentes do que os cientistas da NASA pensavam
Ver artigo

Recentemente, a InSight tem ajudado os cientistas a compreender o fenómeno dos “martemotos”. Um estudo publicado na revista científica Nature Geoscience revelou que a sonda detetou cerca de 174 sismos desde que aterrou na região Elysium Planitia, a qual era considerada pelos investigadores como a parte mais “monótona” de Marte. O Seismic Experiment for Interior Structure da InSight conseguiu identificar também mais de 10.000 tempestades de poeira que foram capazes de cobrir todo o planeta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.