Todos os anos são recolhidos 175 mil portáteis perdidos nos aeroportos europeus. O número ainda está longe dos 600 mil equipamentos esquecidos nos aeroportos norte-americanos mas já é suficiente para preocupar milhares de utilizadores que, dada a sua falta de atenção, vêem os seus equipamentos e dados pessoais expostos a ameaças.



De acordo com a análise do Ponemon Institute, todas as semanas são recolhidos 12 mil portáteis dos aeroportos dos Estados Unidos, enquanto na Europa o número de equipamentos perdidos se fixa nos 4 mil notebooks.



O aeroporto inglês de Heathrow é aquele onde se observa o maior número de computadores esquecidos: 900 por semana. Seguem-se os aeroportos de Amesterdão, Schiphol e Roissy.



Segundo os analistas do Ponemon Institute, apenas 57 por cento dos portáteis perdidos acabam por ser reclamados. Em causa está a dificuldade de identificação das máquinas uma vez que, na maioria das vezes, os utilizadores não sabem qual o modelo do computador, apenas a marca.



Mais preocupante é o facto de os utilizadores não tomarem quaisquer precauções para proteger a informação armazenada nos portáteis. Cerca de 55 por cento dos passageiros indicam que não têm qualquer sistema que proteja os seus dados, o que faz com que qualquer pessoa que ligue o equipamento perdido possa aceder a todas as pastas guardadas no portátil.



Notícias Relacionadas:

2008-07-21 - Montra TeK: Portátil perdido, portátil recuperado

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.