A Adobe anunciou a disponibilização de uma versão beta da aplicação profissional para fotógrafos Lightroom, uma solução de imagem digital com uma filosofia de funcionamento, aspecto e características muito idênticas ao programa Aperture de Apple, lançado no final do ano passado.



A versão beta da aplicação está disponível a partir do site da Adobe, que deste modo pretende recolher as opiniões dos fotógrafos profissionais antes de lançar a derradeira versão do software, prevista para finais de 2006. À medida que a Adobe for recolhendo feedback dos fotógrafos, os módulos e os conjuntos de funcionalidades poderão sofrer alterações, refere a fabricante num comunicado, "consoante os consumidores tornem mais populares ou dêem prioridade a alguns dos processos de gestão de fotografia digital".



Entre aqueles que já experimentaram o novo software da Adobe apontam-se muitas semelhanças com o Aperture da Apple. O Lightroom foi concebido como uma ferramenta de pós-produção para fotógrafos, desenhada para trabalhar essencialmente com imagens em formato RAW, tal como a solução da Apple.



O seu interface, com fundo negro e a possibilidade de escurecer as ferramentas de modo a centrar a atenção nas imagens recorda igualmente o Aperture, tal como acontece com a possibilidade de navegar rapidamente entre muitas imagens, as opções para realizar passagens de diapositivos ou a capacidade para criar galerias Web.



Por outro lado, os primeiros testes à versão beta sugerem que a Lightroom possa ser uma aplicação bem menos exigente em termos de requerimentos do que a aplicação da Apple. Segundo os responsáveis da Adobe, a Lightroom introduz novas formas de trabalhar, particularmente quando é necessário manejar um volume elevado de imagens.



O Lightroom foi pela primeira vez apresentado em Abril de 2005, durante a Adobe Ideas Conference, e deste então tem vindo a ser melhorado. Inicialmente disponível apenas para Macintosh, o Lightroom irá suportar, mais tarde ambas plataformas Windows e Macintosh, assegura a Adobe.



Em separado, a Adobe anunciou igualmente ter adquirido a divisão FileLine Digital Rights Management (DRM) da Navisware, através da qual pensa ser capaz de acrescentar novas capacidades ao seu Adobe LiveCycle Policy Server, com o objectivo de assegurar a protecção de documentos empresariais nos formatos PDF, Microsoft Office e CAD, independentemente da forma como são armazenados ou entregues dentro e fora do firewall. Os termos do acordo não foram revelados.


Notícias Relacionadas:

2005-10-04 - Adobe renova soluções para vídeo e fotografia dirigidas ao mercado doméstico

2005-04-18 - Adobe compra Macromedia por 3,4 mil milhões de dólares

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.