A Adobe acaba de renovar o seu pacote de produtos criativos, a Creative Suite, que chega dentro de um mês ao mercado na versão 5.5, uma edição intermédia depois da grande renovação realizada no ano passado.

Ao contrário de outras versões intermédias que são disponibilizadas de forma gratuita, a CS 5.5 vai ser pago e em alguns casos existe até um acréscimo de preço face ao pacote anterior, adiantou ao TeK Nuno Rocha, Gestor de conta da Adobe para Portugal. A justificação está na introdução de grandes alterações e muitas melhorias, sobretudo a nível de Flash, HTML 5, Vídeo e ferramentas de publicação digital, que ajudam a melhorar a produtividade das empresas e reduzem significativamente o tempo de adaptação dos conteúdos para várias plataformas.

Uma das grandes mudanças reside porém no modelo de licenciamento, já que a Adobe vai introduzir com o CS5.5 o modelo de subscrição, que dão aos clientes a possibilidade de pagar um preço mensal por produtos individuais ou pela suite, mantendo-os sempre actualizados.

Os valores de subscrição partem dos 89 euros por mês para o Adobe Photoshop, enquanto o Adobe Design Premium CS5.5 custa 135 euros por mês e a versão Master Collection tem um custo mensal de 219 euros. No modelo tradicional, de compra em pacote, a CS 5.5 Master Collection custa 2.899 euros, enquanto a CS 5.5 Design Premium custa 1.899 e a Web Premium 1.799 euros. O pacote mais barato é o CS 5.5 Design Standard que custa 1.299 euros.

Nuno Rocha admitiu ao TeK que há algumas dúvidas sobre como é que o mercado português vai aderir a este novo modelo, explicando também que para quem usa de forma continuada estes produtos a médio e longo prazo é mais caro optar pela subscrição mensal do que pela compra do pacote. Mesmo assim, haverá situações de utilização pontual em que pode justificar-se para as empresas e designers optar por um modelo de subscrição.

As novas versões da Creative Suite só estarão disponíveis dentro de um mês mas a Adobe já revelou as principais mudanças em conferência de imprensa, num anúncio em simultâneo em todo o mundo. O alargamento da publicação a mais dispositivos, com a integração do design e testes de aplicação nos principais smartphones e tablets é uma das principais novidades, mostrando que a Adobe está a acompanhar a evolução rápida deste mercado e as necessidades das editoras e grupos de media, os seus principais clientes.

A publicação nas lojas de aplicações e a monetização dos conteúdos não foi esquecida e faz parte do pacote de ferramentas disponíveis na nova suite.

O desenvolvimento de aplicações móveis para as plataformas Android, BlackBerry OS e iOS com a Creative Suite 5.5. Web Premium aplica a filosofia de "criar uma vez e distribuir para muitas plataformas", tirando partido do Flash Player e do HTML 5, que convivem de forma complementar.

Durante a apresentação Nuno Rocha voltou a reforçar a ideia de que a Adobe também apoia o desenvolvimento do HTML 5 mas vai continuar a investir no Flash, lançando o Flash Builder 4.5 Premium com a CS Web Premium. O responsável pela Adobe em Portugal recorreu a números de consultoras de mercado para antecipar que até final do ano 131 milhões de smartphones vão ter o Flash Player instalado. Só nos primeiros seis meses o novo Flash Player registou mais de 20 milhões de instalações e há mais de 35 dispositivos certificados para este formato, esperando a marca chegar perto dos 80 até final de 2011.

Photoshop para Tablets

Um dos anúncios mais interessantes para programadores é a disponibilização do Adobe Photoshop Touch Software Development Kit (SDK), que permite a criação de aplicações para Tablets que interagem com Photoshop e que vão estar disponíveis nas plataformas Android, Blackberry e iOS da Apple.

O SDK pode ser descarregado gratuitamente do site Adobe Application Manager para as plataformas Windows e Mac OS. Os utilizadores do Photoshop CS5 também podem instalar um patch gratuito a partir de 3 de Maio de 2011 para juntar esta funcionalidade ao programa.

Os designers - ou aspirantes - podem também experimentar algumas das funcionalidades da suite criativa da Adobe através de novas aplicações que estarão disponíveis a partir de 3 de Maio na iTunes App Store, com preços a partir de 1,59 e 3,99 euros.

O Adobe Color Lava para Photoshop, Adobe Eazel para Photoshop e Adobe Nav para Photoshop foram concebidos para permitir a criação de paletes de cores personalizadas e darem acesso a algumas ferramentas que antes estavam limitadas aos PCs com Photoshop instalado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.