A Gartner Dataquest
diminuiu as suas previsões de crescimento do mercado mundial de computadores
para 2003 dos 14 por cento estimados no início deste ano, para os cerca de
nove por cento.



O ano passado revelou-se um dos piores anos para a indústria de PCs,
quando a venda de PCs caiu cerca de quatro por cento. Baixando a anterior
previsão de cinco por cento, a consultora espera agora que o mercado cresça
entre dois a quatro por cento durante este ano.



Em declarações à agência Reuters, os responsáveis da Gartner indicaram que a mudança
de previsões se deve a uma alteração do ciclo de substituição no mercado.
Embora as fabricantes de computadores vissem no início de 2003 a altura para
as empresas substituirem as máquinas adquiridas por volta do ano 2000,
baseando as suas expectativas numa tendência histórica de substituição de
três anos, a Gartner defende que este ciclo histórico está a mudar.



Actualmente, os PCs mais poderosos podem correr as últimas versões
de software e os utilizadores têm tendência a procurar ligações à
Internet de maior velocidade e não microchips mais rápidos, salienta
a consultora. A estes factores somam-se ainda as tentativas de redução de
despesas nas empresas face ao abrandamento económico e por isso a Gartner
acha que o tempo dos ciclos de substituição aumentará para os quatro anos.



A Hewlett-Packard,
líder da lista dos maiores fabricantes de PCs, parece partilhar do mesmo
ponto de vista. A empresa baixou as suas previsões de crescimento de
receitas para 2003 dos quatro a seis por cento para entre os dois a quatro
por cento.



Notícias Relacionadas:

2002-12-01 - Procura global de semicondutores cresce mais uma vez em
Outubro


2002-07-22 - Vendas mundiais de PCs baixam pela quinta vez consecutiva

2002-07-09 - Vendas semestrais de PCs na Europa baixam 10%

2002-07-01 - Gartner contabiliza um milhar de milhão de PCs expedidos até
Abril de 2002

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.