A Amazon tem sido umas das empresas pioneiras no processo de revolução em curso que está a transformar o retalho. Neste caso, não falamos apenas da sua gigantesca loja online, mas também das experiências mais inovadoras que tem conduzido no mundo físico, com a introdução de mercearias sem caixas registadoras e serviços de recolha drive-thru, tal como existe em inúmeros restaurantes de fast-food pelo mundo inteiro.

Um dos seus últimos conceitos, que parece ainda não ter saído da fase dos desenhos técnicos, é um espelho inteligente que veste os seus utilizadores com roupas virtuais. A patente para este produto, descoberta recentemente pela GeekWire, já foi registada pela gigante tecnológica.

O documento descreve este espelho como sendo parcialmente refletor e parcialmente transmissivo. Na prática, isto significa que o gadget articula um espelho com displays, câmaras e projetores, de forma a conseguir misturar as várias dimensões da imagem de forma credível.

Para gerar o melhor resultado possível, o espelho deverá fazer um scan do ambiente envolvente e do utilizador, criando assim um ambiente virtual que pode depois sobrepor-se ao reflexo real do espaço. Depois, sempre que o utilizador se colocar em frente ao vidro, o espelho deverá identificar a sua face e a posição dos seus olhos de forma a determinar que objetos devem ser exibidos em modelo virtual e que outros são mostrados em formato real. Assim que este processo for completo, as roupas são depois sobrepostas à cena, para mostrar uma cena final, coesa, onde várias realidades se misturam.

A nova câmara da Amazon é uma autêntica conselheira de moda
A nova câmara da Amazon é uma autêntica conselheira de moda
Ver artigo

Nem todas as patentes se tornam em produtos comerciais, mas a aquisição da Body Labs em 2017 aumenta as probabilidades de virmos a ver este conceito materializado no futuro. A empresa é especialista em software de inteligência artificial e no desenvolvimento de sistemas de visão computorizada e criou, no passado, um programa onde eram feitos modelos tridimensionais de corpos humanos que podiam depois ser vestidos com roupas virtuais. Para além disto, é ainda sabido que a Amazon tem intenções de explorar a indústria da moda, sendo que o lançamento do Echo Look foi uma prova dessa mesma ambição.

Na prática, este espelho poderia funcionar em paralelo com lojas de roupa online onde os utilizadores poderiam experimentar roupa e acessórios antes de os comprar. O gadget traria assim uma nova dimensão à experiência de comprar produtos online, dando até mais confiança ao consumidor que, por vezes, se debate com a possibilidade de uma ou outra peça poder não lhe assentar da melhor maneira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.