No início do ano a Amazon havia adquirido a Ring, uma empresa especialista em campainhas das portas de apartamento, que detinha um sistema de câmara de vigilância incorporado. Agora a empresa de Jeff Bezos pretende levar mais longe a tecnologia, adicionando-lhe reconhecimento facial, segundo uma patente registada.

As informações referem que a polícia pode cruzar as imagens das pessoas que toquem à campainha com uma base de dados de indivíduos que sejam assinaladas como “suspeitas”. O sistema poderá mesmo possibilitar que os donos das casas adicionem fotografias daqueles que considerem suspeitas à base de dados. Quando há identificação poderá ser feita uma chamada automaticamente para a polícia, sem qualquer interação por parte dos residentes.

tek campainha

A ACLU (American Civil Liberties Union) já se manifestou negativamente contra o sistema, destacando que a vigilância através de mecanismos de reconhecimento facial ameaça a liberdade e direitos civis. É realçado o caracter discriminatório da tecnologia, causando problemas a pessoas que já são alvos do governo e sujeitos a abusos raciais, tais como os emigrantes, pessoas de diferentes étnias e outras descriminações. A ACLU alega a falta de consistência dos sistemas de reconhecimento facial, tendo em conta o sexo e a cor de pele, o que poderá ser injusto no caso de confusões na identificação das pessoas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.