Depois de ter visto a concorrência a descolar, com o anúncio de um processador de 28 cores, a AMD quis elevar a fasquia para mostrar que não havia argumento que a deixasse para trás. Em resposta, a empresa não só apresentou a próxima versão da sua linha de chips Threadripper, que terá 32 cores, como revelou o seu primeiro GPU de 7 nanómetros (nm): o Vega. A imprensa internacional adianta que é o primeiro processador gráfico a ser desenvolvido com esta arquitetura.

Como parte integrante da gama Radeon Instinct, o chip vai estar apenas disponível para servidores e sistemas que tenham de corresponder a grandes exigências de desempenho. No entanto, Lisa Su, CEO da tecnológica, assegurou que outros chips 7 nanómetos, conhecidos como Navi, estariam prestes a chegar à gama de produtos de gaming da marca. Contudo, o lançamento destes últimos não vai acontecer antes do início de 2019.

No evento de apresentação do chip, que decorreu na Computex, a AMD optou por não revelar muitos detalhes acerca do GPU. A empresa alegou, no entanto, que a arquitetura de 7nm vai permitir melhorar a performance em 1,35 vezes, relativamente ao processo antecessor. Com este processador, destaca-se a maior eficiência energética.

A AMD está já a fazer chegar as primeiras unidades a um conjunto selecto de clientes, mas confirma que as primeiras versões comerciais vão chegar ao mercado já durante a segunda metade deste ano. O preço não foi revelado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.