Há rumores a circular que o Falcon 9 usado num lançamento feito a 31 de janeiro último terá sido "bombardeado" pela Força Aérea norte-americana, algo que a SpaceX já veio desmentir e que classifica como “categoricamente falso”.

Sucesso! Voo inaugural do Falcon Heavy abre nova era na indústria da exploração espacial
Sucesso! Voo inaugural do Falcon Heavy abre nova era na indústria da exploração espacial
Ver artigo

Relata a CNET que os rumores começaram logo que a euforia em redor do lançamento do superfoguetão Falcon Heavy começou a abrandar, suportados em algumas “pontas soltas”.

A missão que previa o envio do satélite GovSat-1 para o espaço não implicava a recuperação do foguetão, mas serviria para testar uma nova manobra para de “aterragem”, o que aconteceria em alto mar, mas sem a plataforma que lhe costuma estar associada.

Depois de entregue o satélite, o objetivo final era testar uma nova forma de reentrada, por isso não estava previsto que o foguetão sobrevivesse à experiência, mas surpreendentemente parece que foi o que aconteceu e o Falcon 9 acabou a flutuar no Oceano Atlântico. Elon Musk deu a notícia no Twitter e afirmou que iriam tentar trazer o dispositivo para terra.

Só que entretanto começaram os rumores de que o foguetão terá sido “detonado” pela Força Aérea para o fundo do oceano. Em declarações à CNET, a SpaceX foi perentória em afirmar que os relatos "são categoricamente falsos ".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.