A Apple confirmou os rumores e aproveitou a tradicional keynote do evento anual para anunciar novos preços para o serviço de música iTunes. A empresa vai passar a cobrar as músicas descarregadas no serviço online em função da sua popularidade e da editora de origem, criando três preços distintos: 69 cêntimos, 99 cêntimos e 1,29 dólares. Os novos preços avançam em Abril.

Phil Schiller que fez as honras do evento deste ano, também disse que a empresa tem vindo a trabalhar com as principais editoras para poder oferecer músicas livres de DRM, tecnologia de restrição à cópia. Dessas conversações resulta que, a partir de hoje, o serviço de música passa a disponibilizar 8 milhões de faixas sem DRM e até final do primeiro trimestre fará aumentar esse catálogo para 10 milhões.

Outro rumor confirmado pelo executivo da Apple foi o lançamento de um novo MacBook Pro de 17 polegadas. O portátil será um dos mais leves da sua gama no mercado e inclui uma bateria não removível com uma autonomia até 8 horas. Oferece uma resolução de 1920x1200 pixéis suportados por uma placa gráfica NVidia.

Nova versão do iLife

A Apple também anunciou uma nova versão do seu software de edição de imagem iPhoto. A versão 09 introduz novidades como o Events e o Faces. A primeira funcionalidade vem permitir que um arquivo fotográfico seja organizado em função de eventos específicos. A segunda incorpora tecnologia de reconhecimento facial facilitando ao utilizador encontrar uma mesma pessoa num conjunto de fotos tiradas.

O Places é outra novidade e funciona à semelhança das duas anteriores, permitindo que o utilizador organize as suas fotos por locais. A distribuição geográfica torna-se facilmente perceptível com a ajuda do geotagging (se o equipamento base suportar GPS) ou do Google Maps.

A informação georeferênciada também pode ser usada noutra novidade do software, a possibilidade de criar livros com um maior número de temas, nomeadamente Travel Books.

O substituto de Steve Jobs também anunciou novidades no GarageBand '09, o software sintetizador e editor de áudio incluído na suite iLife do MAC OS X – onde também estão o iPhoto e o iMovie - que facilita a gravação de música e a criação de podcasts. O produto passa a permitir a gravação de vídeo e a oferecer lições de música interactivas dadas por vários músicos como o Sting.

O iMovie foi também actualizado recebendo uma nova tecnologia de estabilização de imagem e novas opções de menu. Os produtos iWave e iDVD também foram melhorados, assim como o iWork.

Os preços dos novos produtos também foram anunciados assim como a confirmação de que a nova versão do iLife virá pré-instalada com os novos Mac.

As novidades foram apresentadas por Phil Schiller, vice-presidente sénior da Apple, que substitui Steve Jobs no tradicional keynote que marca o evento. O presidente da Apple confirmou os rumores que há muito circulavam na imprensa sobre os seus alegados problemas de saúde. Admitiu ter um problema hormonal que o vem debilitando fisicamente e justificou dessa forma a ausência na MacWorld, garantindo no entanto que vai continuar à frente dos destinos da empresa.

O escolhido revelou na sua apresentação que as lojas Apple recebem semanalmente 3,4 milhões de visitantes, o equivalente a 100 conferências Macworld por semana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.