Na próxima semana a Apple poderá anunciar os seus novos computadores Mac, tornando-se ainda mais relevantes porque poderá ser a estreia da nova arquitetura Apple Silicon, que Tim Cook revelou ao mundo em junho, durante o Apple WWDC 2020, assim como novidades sobre o seu novo sistema operativo macOS Big Sur. Mas já existem previsões que a procura será elevada dos seus novos computadores.

Segundo a Nikkei Asian Review, citado pelo Business Insider, a Apple terá encomendado 2,5 milhões de unidades de computadores baseados no chip Apple Silicon para o início de 2021. Estima-se que seja o equivalente a 20% da distribuição total da Apple em 2019, referem os especialistas. A procura dos computadores para teletrabalho e ensino em casa cresceu nos últimos meses e a própria Apple estará a beneficiar dessa procura. No último ano fiscal da empresa, o negócio dos computadores Mac gerou 28,6 mil milhões de dólares em receitas.

Considerando as novidades que se adivinham na próxima semana, é espectável que a Apple tenha altas espectativas de venda para o início de 2021. É referido que a Apple poderá introduzir um MacBook Pro de 13 polegadas e portáteis MacBook Air no evento. E mais tarde, no segundo trimestre de 2021, manter o fulgor e apresentar um novo MacBook Pro de 16 polegadas igualmente assente no Apple Silicon.

Neste momento, apenas os computadores não eram produzidos com base em processadores proprietários, como os iPhone, Apple Watch e iPad. Ao introduzir o Apple Silicon, a fabricante terá mais controlo sobre o ciclo de lançamentos, tanto dos computadores portáteis como desktop, assim como funcionalidades.

Relativamente ao Apple Silicon, a apple deu o exemplo das otimizações feitas para cada um dos seus equipamentos, dos smartphones aos smartwatches, numa filosofia que pretende agora aplicar aos Macs. Entre os destaques estão a performance e gestão de energia que a fabricante procura para o Mac, ou seja, o maior desempenho gastando menos energia. Para tal, introduziu uma nova família de SoCs que vão alimentar a próxima geração dos computadores da empresa.

Os novos Macs permitem ainda correr diretamente jogos do iOS e iPad, sem qualquer mudança por parte dos developers. E para tornar as apps universais, a Apple criou um novo programa com um kit de desenvolvimento de transição para os developers. Na altura, a Apple revelou que os developers iam de imediato começar a receber unidades, preparando-se antecipadamente ao lançamento das novas máquinas.

Apesar de introduzir novos computadores com base no Apple Silicon, a transição dos chips Intel será feita nos próximos dois anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.