A Apple prepara-se para
abrir lojas de retalho próprias na Europa durante os próximos seis a 18
meses, de acordo com declarações do vice-presidente e director geral da
região EMEA (Europa, Médio Oriente e África) da fabricante, Pascal Cagni, em
entrevista recente à publicação Sunday Business.



O mesmo responsável explicou que a Apple pretende desenvolver uma
cadeia de retalho nas cidades da Europa Ocidental, nomeadamente Londres e
Paris, o que constituirá um desafio aos revendedores Mac europeus, até agora
com acesso privilegiado aos consumidores na região.



Nos Estados Unidos, a cadeia de retalho Apple originou 102 milhões
de dólares de receita durante o último trimestre de 2002. Embora ainda não se
tenham tornado lucrativas, as lojas Apple parecem surgir como uma ameaça aos
retalhistas que já levantaram alguns processos à fabricante, acusando-a de
dar tratamento preferencial às suas lojas no que diz respeito à
disponibilização dos modelos mais recentes ou às promoções de
marketing.



Em entrevista, o director geral da região EMEA da Apple assegurou
ainda que o iPod, leitor portátil de música digital lançado em Outubro de
2001pela fabricante, tem actualmente uma quota de mercado de 40 por cento na
Europa.



Notícias Relacionadas:

2003-02-04 - Apple acelera iMacs e reduz preço de eMacs

2003-01-29 - Apple lança novos Power Mac mais potentes e baratos

2003-01-08 - Apple lança browser gratuito Safari e alarga linha
PowerBook de portáteis


2002-07-18 - Apple revela versão de iPod para Windows e iMac com ecrã plano
de 17 polegadas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.