O crescimento da informação digital criou uma nova necessidade no que diz respeito à preservação dos conteúdos, que levou o governo britânico a assinar um memorandum de entendimento com a empresa de Bill Gates. O acordo visa assegurar a preservação do espólio oficial da nação, armazenado nos Arquivos Nacionais do país, onde estão documentados mais de 900 anos de história.




Com este acordo, o Reino Unido passa a ser a primeira nação a ser capaz de converter documentos arquivados em versões antigas de produtos Microsoft em conteúdos legíveis em soluções tecnológicas modernas, afirma a empresa.




Gordon Frazer, director da Microsoft UK, indica à Vnunet que existe a necessidade criar soluções que impeçam a criação de um "buraco negro" onde toda a informação deixe de estar acessível por estar arquivada em formatos tecnologicamente ultrapassados.




O acordo entre as duas partes prevê ainda que seja protegida toda a informação digital passada, do presente e do futuro.




Para levar a cabo a preservação do espólio, a Microsoft vai disponibilizar aos Arquivos Nacionais britânicos um sistema que combine versões mais antigas do Windows e do Office suportadas pelo Microsoft Virtual PC 2007. Em troca a empresa norte-americana contará com o know-how em preservação digital dos arquivos britânicos no desenvolvimento de soluções futuras.




Notícias Relacionadas:

2006-08-25 - UE recomenda agilização dos processos para a criação da Biblioteca Digital Europeia

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.