Dos dados expostos fazem parte mais de uma centena de documentos Word, folhas de Excel, PDFs ou ficheiros ZIP. O diretório onde estavam guardados os ficheiros estava identificado com o nome Password.



Os documentos não desiludiram e continham de facto senhas de acesso a contas da empresa em redes sociais, computadores internos e serviços online, garante o BuzzFeed, que avança a notícia do ataque.



O site explica ainda que os próprios ficheiros usavam o mesmo tipo de designação, com nomes como "password list.xls" ou "Youtube login password.xlsx" e que os atacantes também conseguiram garantir acesso a senhas de acesso a serviços usados pela empresa noutras áreas, como as contas na Amazon ou na FedEx.



A Sony tem-se mantido um dos alvos preferidos dos hackers e continua. Ainda na semana passada a Sony Pictures foi alvo de um ataque, a comprovar que a empresa não sai da lista de prioridades dos atacantes, nem consegue implementar medidas de segurança que o permitem.


Na altura a empresa anunciou que o FBI tomou conta da investigação do caso, que terá sérias consequências para a companhia japonesa, já que na sequência do ataque foram divulgados na Internet cinco filmes que ainda não foram lançados.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.