A equipa portuguesa de eSports, dedicada a FIFA, foi considerada a primeira equipa do mundo a receber uma certificação de emissões zero de carbono, uma distinção emitida pela ZEROCertified, uma entidade independente com sede nos Países Baixos.

“Este marco é o primeiro passo para a concretização de um sonho que temos para a indústria dos Esports, a neutralidade carbónica. É um enorme orgulho começar esta transformação global com a BETCLIC APOGEE”, disse Gonçalo Brandeiro, CEO da equipa que nasceu em Portugal, mas já conta com 21 jogadores em três países. O líder da equipa salienta que este processo levou a nova tomada de consciência em relação às escolhas presentes e futuras no que toca à energia e mobilidade

É salientado que o processo do certificado foi analisado pelos especialistas da Zero Waste Lab, uma associação sem fins lucrativos que está empenhada na criação de comportamentos sociais mais ecológicos. Para avaliar a pegada ecológica da equipa foi utilizada uma aplicação de uma calculadora de emissões, em que cada elemento da organização registou a sua atividade, numa estimativa final de 400 toneladas de CO2 libertado em 2022.

Assim, através desse processo, a organização diz que neutralizou a sua pegada de carbono, gerando um impacto positivo, através de um projeto de regeneração. A certificação ambiental está em linha com seis dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da agenda das Nações Unidas para 2030, entre elas Indústria, Inovação, Cidades Sustentáveis, consumos responsáveis e ação climáticas.

Considerando o contínuo crescimento do gaming, só nos Estados Unidos a fatura de energia ultrapassa os 5 mil milhões de dólares por ano, correspondendo a 24 mil toneladas de emissões de CO2. Só estes consumos ultrapassam o total anual de países como o Siri Lanka, Estónia e Líbano, disse a organização em comunicado.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.