As empresas que lideram os grupos responsáveis pelo desenvolvimento dos dois formatos de disco óptico candidatos a sucessor do DVD admitiram estar em conversações sobre as perspectivas de evolução das duas normas e consequências para o mercado, analisando a hipótese de evoluir para uma única norma.



Os dois formatos vêm sendo trabalhados pelos grupos há alguns anos e recolhem ambos apoios de peso da indústria. No caso do Blu-Ray - cujo grupo de desenvolvimento é liderado pela Sony - existem mesmo alguns equipamentos já no mercado, embora em quantidades reduzidas. De acordo com um anúncio recente da Sony, a terceira edição da PlayStation suportará já o novo formato.



O HD-DVD, impulsionado pela Toshiba, por seu lado conta com o apoio de vários estúdios de cinema de Hollywood, que já se comprometeram em migrar para a tecnologia.



As principais diferenças entre as duas normas são sobretudo ao nível da capacidade e processo de fabrico. Enquanto o Blu-Ray oferece 50 gigas, o HD-DVD oferece 30, mas este é menos dispendioso já que o método de produção é idêntico ao dos DVDs actuais.



Segundo a imprensa internacional as conversas entre os dois gigantes têm como objectivo evitar que volte a surgir uma situação idêntica ao início dos anos 80, quando a Sony e a Matsushita apoiaram as normas Beta e VHS, respectivamente. Ainda assim, não se antevê uma solução fácil para a questão já que nenhuma das duas partes deve querer abandonar o trabalho realizado.



Notícias Relacionadas:

2004-11-29 - HD-DVD recolhe apoio de quatro estúdios de Hollywood

2004-10-20 - Primeiros portáteis com HD DVD chegam ao mercado em 2005

2004-08-13 - Primeira versão completa do formato Blu-ray aprovada

2004-10-08 - Câmaras de vídeo com formato Blu-ray disponíveis no próximo ano

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.