A catástrofe ocorrida há semanas atrás no Japão vai obrigar a Sony a rever o plano de lançamentos da nova versão da sua consola portátil. Carências ao nível da produção poderão fazer com que a NPG (Next Generation Portable), como é conhecida, só chegue este ano a um dos três mercados inicialmente previstos.

A hipótese foi avançada por Jack Tretton, presidente da Sony Computer Entertainment of América, citado pela Bloomberg, que diz que a evolução da situação está dependente da reentrada em produção das fábricas japonesas.

O responsável recusou-se, contudo, a avançar em qual dos três mercados - Ásia, Europa e Estados Unidos - será lançada a consola, caso se confirme a necessidade de escolha.

O adiamento do lançamento global da nova PSP poderá ameaçar o lugar da Sony no mercado das consolas portáteis, numa altura em que a rival Nintendo acaba de colocar nas lojas japonesas e europeias a sua 3DS, regiões onde tem registado bons resultados - dores de cabeça provocadas pelo 3D sem óculos à parte.

Os números oficiais para a Europa referem a venda de mais de 303.000 unidades no fim-de-semana de lançamento.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.