A Comissão Europeia abriu um processo de investigação sobre a Qualcomm. A empresa é suspeita de práticas anti-concorrenciais, nomeadamente abuso de posição dominante, por alegadamente oferecer termos de licenciamento para os seus produtos suportados na tecnologia móvel WCDMA de forma injusta e discriminatória.



O organismo europeu adianta que para já não há provas concretas sobre as alegadas actividades ilícitas da empresa e frisa também que o processo de investigação agora iniciado não tem prazo para ser concluído.



O processo é o resultado de várias denúncias contra a fabricante de chips para o mercado móvel da responsabilidade de empresas como a Ericsson, Nokia, Texas Instruments, Broadcom, NEC e Panasonic, algumas delas - como Nokia - tem até já com processos judiciais a correr contra a empresa americana.



A investigação europeia vai focar-se no sistema de licenciamento de produtos WCDMA da Qualcomm, procurando perceber se existem ou não práticas injustas e discriminatórias. Segundo a legislação em vigor as empresas não podem tirar partido adicional do facto de determinado standard incorporar tecnologia por si patenteada.



Notícias Relacionadas:

2007-08-17 - Nokia acusa Qualcomm de violação de patentes e pede medidas preventivas

2007-04-04 - Qualcomm e Nokia travam nova batalha sobre patentes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.