No ano em que (finalmente) a ponte Hong Kong–Zhuhai–Macau estará pronta, tornando-se a maior travessia sobre o mar do mundo, a economia marítima de Zhuhai teve um novo impulso, com o anúncio da construção de um campo de testes offshore para navios autónomos, noticia o Business Insider.

Vão ser instalados no projeto dispositivos de internet, instalações de comunicação e iluminação, com o sistema a ser também  equipado com radares de navegação, cais de ancoragem automáticos e outros auxiliares para permitir o teste dos navios em cenários variados e multidimensionais.

Tudo isso permitirá testar tecnologias e recolher dados, em tempo real,  do desempenho dos barcos autónomos na prevenção de obstáculos, na pilotagem remota, em operações autónomas.

O projeto, que irá ocupar uma área de cerca de 297 milhas, resulta de uma parceria entre o governo de Zhuhai, a China Classification Society (CCS), a Wuhan University of Technology e a Zhuhai Yunzhou Intelligence Technology.

Em dezembro, a China terá realizado um primeiro teste com barcos autónomos, destacando-se o Huster-68,  de 6,8 metros, que, juntamente com outros veículos de superfície não tripulados, realizou uma patrulha ao redor do Reservatório Songmushan.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.