Um grupo de engenheiros da empresa francesa EvoSens acredita que no curto espaço de tempo o aumento da autonomia das baterias vai-se fazer através da redução do consumo de energia de alguns componentes. Com base nesta ideia os investigadores criaram um novo tipo de lente, construída em cristais líquidos, que tem um menor consumo energético.



Atualmente as lentes dos sensores fotográficos da esmagadora maioria dos smartphones são feitas de plástico ou de vidro – o que obriga a um reajustamento dos elementos da câmara quando é alterada a distância focal ou o ponto de foco.



Com a lente de cristais líquidos o que acontece é apenas uma alteração na estrutura dos cristais criando uma lente que se “deforma” consoante as exigências do utilizador.



Mas a tecnologia que está a ser desenvolvida pela EvoSens pode ser aplicada a outras áreas: fibra ótica, equipamentos médicos e tecnologia laser, por exemplo. Em todos as áreas o objetivo é fazer com que seja possível refocar a lente sem que haja um grande consumo energético.



A EvoSens confessa que teve dificuldade em desenvolver um protótipo da tecnologia criada, como relata a Horizon Magazine, isto porque não existiam fábricas preparadas para o tipo de produção exigida. Mas através de um fundo de apoio europeu, o ACTMOST, foi possível criar inclusive um projeto piloto que conta com o apoio de várias universidades para a adaptação a novas tecnologias de fibra.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.