No esforço continuado de ir além do software para desktop, Bill Gates revelou ontem, na abertura da Consumer Electronics Show, alguns dos produtos Microsoft que sairão para o mercado durante este ano, nomeadamente um novo pacote aplicacional denominado Media Center Extender que permitirá o acesso aos ficheiros multimédia armazenados em computadores pessoais, através de aparelhos de televisão.



No seu discurso de primeiro dia da CES, em Las Vegas, o director executivo da Microsoft elucidou os presentes acerca dos seus planos para o "seamless computing", apresentando produtos que se ligam ou sincronizam com hardware ou software da empresa.



Gates afirmou que a Microsoft se prepara para lançar alguns desses produtos no final deste ano, possibilitando que os telespectadores acedam a programação televisiva e aos ficheiros media armazenados nos seus PCs. "A facilidade de utilização poderá ser melhor se o software cumprir bem as suas funções", sugeriu Bill Gates, segundo o noticiado pela Reuters.



O novo pacote de software Media Center Extender proporcionará o acesso remoto de, no máximo, cinco aparelhos de televisão a PCs que corram o Windows XP Media Center Edition da empresa.



O software suporta o sistema de protecção contra cópia conhecido como Digital Rights Management, para que os utilizadores possam encomendar os ficheiros media directamente de serviços de subscrição online através da televisão, acrescentou Gates.



O presidente da Microsoft anunciou ainda que a empresa se prepara apara lançar um novo kit para a sua consola de jogos Xbox, onde se inclui o software, um adaptador de DVD e um controlo remoto. Com um preço abaixo dos 60 dólares, o kit transformará a Xbox num adaptador de media para qualquer aparelho de televisão.



Algumas das tecnologias Microsoft anunciadas anteriormente também foram obejcto de interesse no discurso deste ano de Bill Gates, nomeadamente os relógios de pulso com tecnologia SPOT, apresentados durante a CES 2003 há um ano atrás e que só agora serão lançados nas marcas Fossil e Suunto.



Os relógios irão recolher dados de mais de 200 canais de transmissão de informação através de espectro rádio que a Microsoft contratou, cobrindo as 100 maiores áreas metropolitanas e cinco das 10 principais cidades canadianas. Denominado MSN Direct, este serviço de dados terá um custo mensal associado de 9,95 dólares.



Igualmente datado da CES 2003 está o Portable Media Center (inicialmente denominado Media2Go), a tecnologia Microsoft para pequenos dispositivos portáteis leitores de conteúdos digitais. Segundo Bill Gates, tais dispositivos só deverão chegar ao mercado na segunda metade deste ano, pelas mãos da Creative Technology e da Samsung, e terão um preço a partir dos 399 dólares.



Ainiciativa conta com o suporte de várias empresas, que já anunciaram que pretendem vender conteúdos optimizados para os leitores Portable Media Center, entre elas o Napster e a EMI Music.



Notícias Relacionadas:

2003-12-17 - Lançamento de relógios com SPOT da Microsoft adiado para Janeiro

2003-01-09 - Microsoft cria plataforma para leitores de vídeo portáteis

2003-01-02 - Edição de 2003 da feira Consumer Electronics Show começa hoje

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.