A Google está a atualizar as ferramentas de segurança do seu browser Chrome e revelou que vai passar a enviar mensagens de alerta aos utilizadores e bloquear downloads que considere colocar em risco o sistema. Os downloads que considerar inseguros e prejudiciais para a segurança e privacidade dos utilizadores serão bloqueados, avança a fabricante numa mensagem do seu blog.

O primeiro passo é começar a bloquear aquilo que são chamados de downloads de conteúdos misturados, ou seja, ficheiros que sejam provenientes de endereços não-HTTPS, mas que sejam iniciados em páginas seguras. A Google refere que ficheiros que sejam descarregados de fontes inseguras são um risco para os utilizadores, pois podem ser trocados por malware por agentes maliciosos, dando acesso a dados bancários e outras informações sensíveis. Assim, a fabricante decidiu tomar medidas drásticas removendo o suporte aos downloads inseguros do Chrome.

Em abril, a versão 82 do Chrome vai iniciar o processo de alertas, seguindo-se o bloqueio dos downloads que sejam considerados inseguros, tais como ficheiros executáveis, sendo depois expandido a outro tipo de ficheiros como zips, isos, mp3 ou pdfs, por exemplo. A empresa explica que o lançamento gradual visa ajudar os produtores a mitigarem os riscos e a atualizarem os seus respetivos websites com as novas medidas de segurança.

As primeiras plataformas que vão receber as medidas de segurança são as versões do Chrome do Windows, macOS, Chrome OS e Linux. No quadro pode ver o plano dos ficheiros que vão começar a ser bloqueados ao longo das atualizações do browser. Assim, em abril arrancam os alertas, seguindo-se o bloqueio de executáveis em junho, e nos meses seguintes mais medidas de proteção serão adicionadas.

tek chrome

A Google refere ainda que para garantir que os utilizadores dos websites não sejam alertados, os produtores devem garantir que os downloads que disponibiliza são apenas de origem HTTPS.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.